Petrópolis no Século XX - Petropolis in the Twentieth Century - Local History


Quitandinha se Revela pelos Postais III

    

Os dois postais apresentados nesta postagem não possuem identificação da autoria, para alguns estudiosos seriam de uma fase de Haack em que procurara fazer um novo álbum, mas não conseguimos certificar a história, já que muitos de sua época se encontram falecidos e a escassez de documentos familiares sobre o assunto é grande. Existe a necessidade de comprovar-se a grafia com a dos demais postais por um especialista. Porém podemos observar como novos ângulos do acesso e saída do Hotel.

  

Este fragmento do postal apresenta o tradicional estacionamento que tantos visitantes como hospedes realizavam em sua via de saída, assim como podemos observar o fluxo de chegada ao hotel. Não possuímos informações sobre a presença de estacionamentos no projeto original, porém a ocupação realizada em sua totalidade nos apresenta dúvidas quanto a estacionamentos.

   

A via de acesso se apresenta como na atualidade sem grandes modificações, apenas a presença de árvores plantas nos canteiros centrais e laterais.

  

Este fragmento apresenta canteiros centrais bem cuidados. Não podemos aventar possibilidades do trânsito, mesmo que o postal anterior apresente uma única mão de saída. Neste as tradicionais duplas vias de mão se apresentam, principalmente pelo trânsito de mão dupla que contorna o Hotel.

prof.Ms.Oazinguito Ferreira



Escrito por prof. Oazinguito Ferreira às 08:29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Quitandinha se Revela pelos Postais II

    

Este outro postal idenficado a autoria como da empresa Colombo, apresenta alguns anos mais tarde a "prainha" do lago do Quitandinha já com a presença de alguns coqueiros que na postagem anterior somente se encontravam plantados, mas ainda não atingindo sua plenitude.  Um detalhe especial é o de que a areia para a criação desta praia artificial foi coletada em Copacabana por autorização da Prefeitura do Rio de Janeiro. Não podemos nos esquecer que Joaquim Rola era um inveterado jogador de peteca na praia.

  

 

Neste fragmento do postal podemos observar com maiores detalhes a "prainha" que também foi adorada por casais que no Hotel passavam sua "lua de mel", considerada uma das especialidades do turismo da empresa de Joaquim Rola.

  

Neste postal, cuja autoria não ocorreu identificação, podemos observar com maior riqueza de detalhes a "Prainha" com seu ancoradouro que circulava uma piscina dentro da própria lagoa. Ao longe podemos observar a cadeira do salva-vidas.

  

Observamos neste fragmento os barcos ancorados na prainha com a presença de um "barzinho".

Neste outro fragmento observamos com detalhes o canal que foi criado ao lado da piscina com outras embarcações de diversão, tais como pedalinhos que durante os anos 60 tornaram-se predominantes na lagoa com a retirada dos barcos de remo, tipo pescador.

 

prof.Ms.Oazinguito Ferreira

 



Escrito por prof. Oazinguito Ferreira às 14:33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Quitandinha se Revela pelos Postais I

   

Os postais nos apresentam "modos de ver" diferenciados de uma região. Neste caso, a urbanização realizada pela empresa contratada por Joaquim Rola apresentou tanto nos anos 40/50 a "prainha" sempre recordada por aqueles que possuem a idade de haver testemunhado criações como estas que compunham a alegria de seus visitantes e hospedes na época.

      

Neste postal cuja empresa e autoria não conseguimos identificar, podemos observar a rua de saída do Hotel e que conduz a Churrascaria do Lago com um caís particular para os pequenos barcos atracarem.

Desta calçada podemos observar também a subida para um mirante com bancos para descanso e mesas para a realização de picnics, outras das atividades que não mais possuem vestigios.

       

Da calçada avistamos o final da prainha que conduz ao pequeno caís e a churrascaria.

O postal ainda nos apresenta as obras que eram realizadas no morro próximo para a construção de algumas casas que segundo o projeto seriam normandas com lareiras caracterizadas para venda direta a clientes especiais da empresa.

prof.Ms.Oazinguito Ferreira



Escrito por prof. Oazinguito Ferreira às 13:08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Operários da Cascatinha - Fanfula - 1906

  

O jornal Fanfula, um periodico da colônia italo-brasileira e editado em São Paulo, foi criado em 1893, e mantinha contato com as demais colônias nas mais diversas regiões brasileiras. A foto publicada em sua edição de 1906 retrata os operários da Cascatinha a caminho de um de seus festejos na vila Operária. Cópia da página gentilmente cedida por um de nossos admiradores.



Escrito por prof. Oazinguito Ferreira às 18:50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  OAZINGUITO FERREIRA DA SILVEIRA FILHO, prof., pesquisador, Curriculo Lattes
  IHP - INSTITUTO HISTÓRICO DE PETRÓPOLIS - A Memória da Cidade
  ARQUIVO HISTORIOGRÁFICO GABRIEL FRÓES - Memória Petropolitana - Historiográfo
  TEXTOS PUBLICADOS SOBRE PETROPOLIS NO SECULO XX
  HISTORIA&HISTORIA - CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS - Oazinguito Ferreira
  NO TWITTER - PETROPOLISNOSECULOXX - PROFFERREIRA
  COLONIZAÇÃO ALEMÃ EM PETRÓPOLIS - para pesquisas escolares
  ATENDENDO AOS ESTUDANTES
Votação
  Dê uma nota para meu blog